Pular para o conteúdo principal

Postagens

CONGRESSO INTERNACIONAL DOS 270 ANOS DA PRESENÇA AÇORIANA EM SANTA CATARINA

CONGRESSO INTERNACIONAL DOS 270 ANOS DA PRESENÇA AÇORIANA EM SANTA CATARINA MAR, HISTÓRIA, PATRIMÔNIO, LITERATURA E IDENTIDADE.
Eventos, Congressos e seminários ligados as comemorações da chegada dos açorianos em Santa Catarina tem vindo a desenvolver de forma definitiva o panorama cultural catarinense, tanto no âmbito da cultura popular, quando na esfera acadêmica com um estreitar das relações entre o Estado de Santa Catarina e a Região Autônoma dos Açores. Desde o primeiro grande congresso comemorativo aos 200 anos de chegada dos povoadores açorianos em Santa Catarina, realizado em setembro de 1948, foram dezenas de iniciativas que resultaram em mais de três dezenas de eventos, bem como protocolos de cooperação e de geminações entre cidades da Região Autônoma dos Açores e do litoral do Estado de Santa Catarina. A produção literária, na prosa e na ficção, e a produção científica nas áreas de história, sociologia, demografia, antropologia e geografia humana se desenvolveram a ponto de…
Postagens recentes

Edital 2018 de Artes Visuais seleciona oito projetos para a Fundação Cultural Badesc

Após analisar no último mês 90 propostas encaminhadas, a comissão julgadora seleciona oito projetos e quatro suplentes. Para o Espaço Fernando Beck, os selecionados são outra noite no hotel, de Fabiana Wielewicki; Irrupção Geográfica – transbordamentos possíveis, coletiva com curadoria de Juliana Crispe e Claudia Zimmer; coleta e broto, de Marcia Sousa e O oitavo método, do duo Eclusa, formado por Sandra Lapage e Carlos Pileggi.  Permanecem em ordem de suplência, Passagens, de Janaina Schvanbach e Antes que eu volte a ser nada ou qualquer coisa mais difícil de antecipar, de Rafael Campagnaro.   Para O Espaço 2,  os selecionados são  Corpo Vencido, de Junior Suci; O não lugar e outras irrealidades, de Luiz Ferreira;  Avessos de Nós, de Marina de Aguiar Casali Dias e Empilhamento máximo, de Gabi Bresola, figurando os dois últimos na categoria Primeira Individual.   Para a suplência, em ordem, no sozinho do vago, de Dirnei Prates e De trasposição de um (re)começo, de Jan M. O. A comissão …

ACONTECENDO AGORA!

    :A LUVA E A PEDRA
Espetáculo em repertório desde 2013 Concepção: A Luva e a Pedra é um texto de Quiqué Fernadez, autor e ator Argentino radicado em Madrid. O grupo entrou em contato com o autor e com sua montagem do referido espetáculo em 2011, quando participou do Festival CASA, em Londres. O interesse do grupo sobre o texto surgiu principalmente por se tratar de um trabalho que exigia técnica e fisicamente o trabalho de ator. O diretor e ator da montagem do Teatro em Trâmite, André Francisco, procurava um texto vigoroso e ao mesmo tempo capaz de provocar um trabalho técnico detalhado de interpretação naturalista – proposta expressa na pesquisa que o grupo realizava em 2013. A Luva e a Pedra se distinguia porque propõe a interpretação pelo ator do monólogo de alguns personagens, proposta que diversificava o trabalho do ator em uso do corpo e da voz. Apesar de permitir o acesso às técnicas do teatro naturalista de Stanislávski, o texto provocava uma abertura do leq…

QUASE PAISAGEM.

Na quinta-feira (01/09), às 19h será realizado no Espaço Fernando Beck, na Fundação Cultural Badesc, o coquetel de abertura da exposição Quase Paisagem, de Gilson Rodrigues. Neste trabalho, o artista apresenta um conjunto de trabalhos em que explora questões relacionadas à história da pintura e também ao universo doméstico.

“Nesta produção crio diálogos entre a tradição da pintura de paisagem e utensílios domésticos. Sobreponho representações de objetos ornamentados sobre ícones da tradição pictórica como John Constable, Almeida Júnior entre outros, criando paisagens fragmentadas e inquietantes. Estes objetos são escolhidos por mim devido às suas características plásticas que na maioria das vezes, remetem a formas orgânicas. Ao deslocar a imagem de objetos comuns, como talheres e xícaras, para o plano da pintura ofereço ao espectador uma outra maneira de perceber as formas presentes na superfície destes utensílios já silenciadas pelo caos da vida cotidiana”, declara o artista.
A expo…

FESTIVAL PALCO GIRATÓRIO.

O Festival Palco Giratório Sesc traz a Florianópolis 30 dias de programação intensa e gratuita, com apresentações de teatro, dança, circo, intervenções urbanas, oficinas e arte. Confira a agenda completa e aproveite: www.sesc-sc.com.br/palcogiratorio

ARRASOU LEA!

:D Lea T, a modelo brasileira transexual, foi quem apresentou a delegação brasileira ao público no Maracanã. Ela pedalava a bicicleta com o nome do Brasil e entrou no estádio na frente dos atletas. A top, filha do ex-jogador de futebol Toninho Cerezo, é a primeira transexual convidada para ter um papel de destaque no evento desde a primeira edição dos Jogos Olímpicos. O objetivo da organização é defender a diversidade de gênero, orientação sexual e raça.

Referência nos tatames

Catarinense conquista o título de melhor do mundo em campeonato de Taekwondo

A atleta catarinense Nicole Librizzi está de volta a Florianópolis com mais uma conquista importante para a sua carreira. Com apenas 23 anos, a faixa preta “4˚ dan” de Taekwondo conquistou, pela primeira vez, o título de "melhor do mundo" no Campeonato Mundial realizado em Litte Rock, em Arkansas, nos Estados Unidos. O evento, realizado entre 12 e 15 de julho, reuniu a elite do Taekwondo, contando neste campeonato com a participação de atletas de 12 países.
Nicole começou no esporte ainda criança, aos 9 anos, e de lá pra cá vem colecionando títulos: além de ser tetracampeã panamericana, foi por sete vezes campeã brasileira (sendo a primeira vez aos 13 anos de idade), levando o nome do país para os tatames internacionais. Além das competições, a jovem ainda dedica-se à formação de atletas-cidadãos, por meio das aulas que ministra em sua academia especializada em Taekwondo, a Premium Martial Arts, em Fl…