Pular para o conteúdo principal

Loja de Yohji Yamamoto em Paris







Matéria de Laís Taliberti do site Wish

O conhecido designer japonês abriu sua primeira loja em Paris, na Rue du Louvre, onde vende suas suas linhas feminina e masculina, além da marca Y’s, um braço da grife-mãe.A nova loja está localizada na Rue Cambon, em um espaço totalmente branco, com design minimalista e uma parede inteira de escultura de madeira em triângulos. Sete manequins ficam suspensos pela loja, mostrando os modelos em destaque em um ambiente clean.A projeção é que a loja movimente US$ 1,9 milhão nos primeiros 12 meses. Vale lembrar que foi em Paris que Yamamoto começou a ser conhecido, quando fez seu debut em 1981, caindo nas graças da mulher francesa.






Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FOTOMONTAGEM FLORIANÓPOLIS FRIA NO INVERNO...

FLORIANÓPOLIS TÁ FRIA...

Preciso me esquentar logo e como diz a Marilyn Monroe "Ter uma carreira é maravilhoso, mas ela não pode te aquecer numa noite fria." ... enfim ai que frio GOSTOSO.
SÓ QUE SOZINHO, AI AI...

FESTIVAL PALCO GIRATÓRIO.

O Festival Palco Giratório Sesc traz a Florianópolis 30 dias de programação intensa e gratuita, com apresentações de teatro, dança, circo, intervenções urbanas, oficinas e arte. Confira a agenda completa e aproveite: www.sesc-sc.com.br/palcogiratorio

ACONTECENDO AGORA!

    :A LUVA E A PEDRA
Espetáculo em repertório desde 2013 Concepção: A Luva e a Pedra é um texto de Quiqué Fernadez, autor e ator Argentino radicado em Madrid. O grupo entrou em contato com o autor e com sua montagem do referido espetáculo em 2011, quando participou do Festival CASA, em Londres. O interesse do grupo sobre o texto surgiu principalmente por se tratar de um trabalho que exigia técnica e fisicamente o trabalho de ator. O diretor e ator da montagem do Teatro em Trâmite, André Francisco, procurava um texto vigoroso e ao mesmo tempo capaz de provocar um trabalho técnico detalhado de interpretação naturalista – proposta expressa na pesquisa que o grupo realizava em 2013. A Luva e a Pedra se distinguia porque propõe a interpretação pelo ator do monólogo de alguns personagens, proposta que diversificava o trabalho do ator em uso do corpo e da voz. Apesar de permitir o acesso às técnicas do teatro naturalista de Stanislávski, o texto provocava uma abertura do leq…