Pular para o conteúdo principal

Colorido e muito bonito, Ô CATARINA




Já está circulando a nova edição do jornal Ô Catarina!. Em sua 69ª edição, a publicação da Fundação Catarinense de Cultura remonta às origens e substitui o artigo o pelo chamamento ô , explicitando assim o convite de inclusão de todas as identidades do Estado.
Das lembranças da infância trazidas com o ensaio fotográfico de Juliano Zanotelli às declarações de Salim Miguel ao ganhar o prêmio máximo da Academia Brasileira de Letras, cada um dos colaboradores cumpre um compromisso particular: uns explicam, outros intrigam; uns provocam, outros comovem.
Uma espécie de making of do Salão Victor Meirelles apresenta a importância e os dilemas dos curadores e coloca em debate a conexão entre a exposição, a cidade e o universo acadêmico. Uma entrevista com cineasta criador de Kirikou, o francês Michel Ocelot, prova que delicadeza é tão impactante quanto efeitos especiais milionários. Em Semiótica Curatorial, a inventividade da poeta e contista Priscila Lopes é despertada pelo riso de O Barril de Amon Tillapo, litogravura de Ramon Rodrigues. No campo da música, uma reflexão filosófica sobre o conceito de belo, a harmonia e a aura.
Com tiragem de dez mil exemplares, o jornal é distribuído para diferentes regiões do Estado e do País. São encaminhados exemplares para bibliotecas públicas, museus, escolas e fundações culturais. O jornal, gratuito, também está disponível em todas as casas vinculadas à FCC e na internet. Basta procurar no link abaixo.
O jornal é um importante espaço para mostrar o que fazem e pensam os representantes dos diversos segmentos culturais de Santa Catarina. Criado na década de 1990 com o objetivo de difundir a cultura do Estado, Ô Catarina! voltou a ser impresso em setembro de 2007, depois de quase dois anos fora de circulação.
Sugestões, informações e solicitações de exemplares impressos podem ser encaminhadas para o endereço eletrônico ocatarina@fcc.sc.gov.br

Via: FCC

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FOTOMONTAGEM FLORIANÓPOLIS FRIA NO INVERNO...

FLORIANÓPOLIS TÁ FRIA...

Preciso me esquentar logo e como diz a Marilyn Monroe "Ter uma carreira é maravilhoso, mas ela não pode te aquecer numa noite fria." ... enfim ai que frio GOSTOSO.
SÓ QUE SOZINHO, AI AI...

FESTIVAL PALCO GIRATÓRIO.

O Festival Palco Giratório Sesc traz a Florianópolis 30 dias de programação intensa e gratuita, com apresentações de teatro, dança, circo, intervenções urbanas, oficinas e arte. Confira a agenda completa e aproveite: www.sesc-sc.com.br/palcogiratorio

ACONTECENDO AGORA!

    :A LUVA E A PEDRA
Espetáculo em repertório desde 2013 Concepção: A Luva e a Pedra é um texto de Quiqué Fernadez, autor e ator Argentino radicado em Madrid. O grupo entrou em contato com o autor e com sua montagem do referido espetáculo em 2011, quando participou do Festival CASA, em Londres. O interesse do grupo sobre o texto surgiu principalmente por se tratar de um trabalho que exigia técnica e fisicamente o trabalho de ator. O diretor e ator da montagem do Teatro em Trâmite, André Francisco, procurava um texto vigoroso e ao mesmo tempo capaz de provocar um trabalho técnico detalhado de interpretação naturalista – proposta expressa na pesquisa que o grupo realizava em 2013. A Luva e a Pedra se distinguia porque propõe a interpretação pelo ator do monólogo de alguns personagens, proposta que diversificava o trabalho do ator em uso do corpo e da voz. Apesar de permitir o acesso às técnicas do teatro naturalista de Stanislávski, o texto provocava uma abertura do leq…