Pular para o conteúdo principal

Edital Nossa Onda

Até 28 de abril, estão abertas as inscrições para o Concurso de Apoio à Produção de Obras Radiofônicas Inéditas, nos Gêneros Radiodocumentário ou Radioconto, sobre o tema Diversidade Cultural. Primeira ação do programa Rádio Brasil, o Edital Nossa Onda contemplará 52 projetos radiofônicos, com duração de 15 minutos cada.
Podem se inscrever pessoas físicas que se apresentem como diretor ou como diretor e roteirista. Os selecionados receberão R$ 10 mil, cada um, para produzir em até 60 dias os trabalhos, e participarão, ainda, de uma oficina de desenvolvimento de projeto, com duração de cinco dias. A transmissão dos programas se dará através de uma ampla rede de emissoras comunitárias de todo o país.
Lançado pelo Ministério da Cultura, por meio das Secretarias do Audiovisual (SAv/MinC) e de Articulação Institucional (SAI/MinC), no âmbito do Programa Mais Cultura, o Edital Nossa Onda é realizado em parceria com a Associação Brasileira de Radiodifusão Comunitária (Abraço) e a Sociedade Amigos da Cinemateca (SAC).
Confira o Edital, publicado nesta segunda-feira, 15 de março, no Diário Oficial da União (Seção 3, páginas 9 e 10).
Informações:  NOSSA ONDA , nossaonda@cinemateca.org.br e (11) 3512-6111, ramal 237.



FONTE: MinC

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FOTOMONTAGEM FLORIANÓPOLIS FRIA NO INVERNO...

FLORIANÓPOLIS TÁ FRIA...

Preciso me esquentar logo e como diz a Marilyn Monroe "Ter uma carreira é maravilhoso, mas ela não pode te aquecer numa noite fria." ... enfim ai que frio GOSTOSO.
SÓ QUE SOZINHO, AI AI...

FESTIVAL PALCO GIRATÓRIO.

O Festival Palco Giratório Sesc traz a Florianópolis 30 dias de programação intensa e gratuita, com apresentações de teatro, dança, circo, intervenções urbanas, oficinas e arte. Confira a agenda completa e aproveite: www.sesc-sc.com.br/palcogiratorio

ACONTECENDO AGORA!

    :A LUVA E A PEDRA
Espetáculo em repertório desde 2013 Concepção: A Luva e a Pedra é um texto de Quiqué Fernadez, autor e ator Argentino radicado em Madrid. O grupo entrou em contato com o autor e com sua montagem do referido espetáculo em 2011, quando participou do Festival CASA, em Londres. O interesse do grupo sobre o texto surgiu principalmente por se tratar de um trabalho que exigia técnica e fisicamente o trabalho de ator. O diretor e ator da montagem do Teatro em Trâmite, André Francisco, procurava um texto vigoroso e ao mesmo tempo capaz de provocar um trabalho técnico detalhado de interpretação naturalista – proposta expressa na pesquisa que o grupo realizava em 2013. A Luva e a Pedra se distinguia porque propõe a interpretação pelo ator do monólogo de alguns personagens, proposta que diversificava o trabalho do ator em uso do corpo e da voz. Apesar de permitir o acesso às técnicas do teatro naturalista de Stanislávski, o texto provocava uma abertura do leq…