Pular para o conteúdo principal

Saiba como se livrar do sono depois do almoço



Médicos dão dicas preciosas para manter a produtividade depois da refeição

por Camila Neumam, do R7.

Se todos os dias bate aquele sono depois do almoço, atrapalhando um bocado as tarefas da tarde, saiba que há truques que podem evitar o sintoma e melhorar a produtividade. Segundo os médicos consultados pelo R7, a causa dessa sonolência é natural, não podendo ser totalmente evitada, mas, sim, minimizada, principalmente por meio da alimentação.

A primeira e mais preciosa dica é selecionar bem os alimentos durante o almoço. Segundo a endocrinologista Cláudia Cozer, diretora da Abeso (Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica), pratos muito volumosos e reforçados com carboidratos como macarrão, arroz, batata e massas em geral dão mais sonolência. Por isso, ela sugere a escolha de apenas um carboidrato no prato, e mais espaço para fibras e proteínas, sempre com equilíbrio.

- Não coma grande volume de comida de uma vez. Quando você processa os alimentos durante a digestão, eles passam por uma série de reações químicas que tornam o sangue menos ácido. Nessas reações há um aumento do gás carbônico, porque o organismo está trabalhando mais e gastando mais energia, e isso dá sonolência.

A ingestão de gorduras também deve ser evitada, pois torna a digestão mais lenta. Evite, portanto, frituras como batata frita, polenta, mandioca e salgadinhos, além de pratos muito gordurosos, como feijoada ou rabada, durante o expediente. Abaixo, leia as dicas:

Soneca

Uma outra causa da "preguicinha" depois do almoço pode ser a diminuição da temperatura do corpo. O pneumologista e especialista em sono, Maurício Bagnato, do hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, explica que a sonolência "é um processo fisiológico que acontece porque a temperatura do corpo fica mais baixa. Essa oscilação térmica durante o dia é parecida com a que o corpo alcança quando estamos adormecendo, por isso sentimos sono. Depois que acordamos, essa temperatura começar a subir, mas logo depois do almoço a temperatura começa a diminuir de novo".

- Isso é um sinal que a natureza mostra para gente que dormir um pouco não faz mal, afirma o pneumologista.

Tanto Bagnato quanto a neurologista Anna Karla Smith, médica do sono do Instituto do Sono, da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), são entusiastas da soneca. Os médicos recomendam algo em torno de 15 a 30 minutos para quem puder se dar ao luxo.

- [Tirar uma soneca] é saudável, desde que o indivíduo sinta a necessidade, mas não deve passar de 30 minutos. Ela ajuda até a melhorar a produtividade, pois a pessoa se sente mais disposta depois, afirma a neurologista.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FOTOMONTAGEM FLORIANÓPOLIS FRIA NO INVERNO...

FLORIANÓPOLIS TÁ FRIA...

Preciso me esquentar logo e como diz a Marilyn Monroe "Ter uma carreira é maravilhoso, mas ela não pode te aquecer numa noite fria." ... enfim ai que frio GOSTOSO.
SÓ QUE SOZINHO, AI AI...

FESTIVAL PALCO GIRATÓRIO.

O Festival Palco Giratório Sesc traz a Florianópolis 30 dias de programação intensa e gratuita, com apresentações de teatro, dança, circo, intervenções urbanas, oficinas e arte. Confira a agenda completa e aproveite: www.sesc-sc.com.br/palcogiratorio

ACONTECENDO AGORA!

    :A LUVA E A PEDRA
Espetáculo em repertório desde 2013 Concepção: A Luva e a Pedra é um texto de Quiqué Fernadez, autor e ator Argentino radicado em Madrid. O grupo entrou em contato com o autor e com sua montagem do referido espetáculo em 2011, quando participou do Festival CASA, em Londres. O interesse do grupo sobre o texto surgiu principalmente por se tratar de um trabalho que exigia técnica e fisicamente o trabalho de ator. O diretor e ator da montagem do Teatro em Trâmite, André Francisco, procurava um texto vigoroso e ao mesmo tempo capaz de provocar um trabalho técnico detalhado de interpretação naturalista – proposta expressa na pesquisa que o grupo realizava em 2013. A Luva e a Pedra se distinguia porque propõe a interpretação pelo ator do monólogo de alguns personagens, proposta que diversificava o trabalho do ator em uso do corpo e da voz. Apesar de permitir o acesso às técnicas do teatro naturalista de Stanislávski, o texto provocava uma abertura do leq…