Pular para o conteúdo principal

ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA OS JOGOS ESCOLARES MUNICIPAIS DE FLORIANÓPOLIS 2013




JESF e PARAJESF 2013
É com orgulho que a Fundação Municipal de Esportes apresenta e convida a comunidade em geral a participar e prestigiar os Jogos Escolares de Florianópolis – JESF e os Jogos Escolares Para-Desportivos de Florianópolis – PARAJESF do ano de 2013.

O JESF e PARAJESF têm como missão fazer com que o esporte, aliado ao conhecimento, vá além da atividade física e torne-se uma ferramenta de autoconhecimento à juventude estudantil da capital catarinense. Os Jogos oportunizam aos estudantes vivências que promovem o desenvolvimento da autoestima, senso coletivo e funções psicomotoras que estimulam o crescimento dos jovens como seres humanos completos, de forma integral e social.

O público alvo do JESF são os alunos entre 11 e 16 anos regularmente matriculados em escolas de toda rede pública e privada da cidade de Florianópolis, divididos em duas categorias: 11 a 13 anos; 14 a 16 anos. Os campeões das categorias representarão Florianópolis nos Jogos Escolares de Santa Catarina de 2014.

Juntamente com o JESF, é realizado o PARAJESF, evento destinado ao para-desporto escolar para alunos entre 11 e 19 anos regularmente matriculados em escolas da rede de ensino pública ou privada da capital catarinense. Os campeões do PARAJESF representarão a nossa cidade nos Jogos Escolares Para-desportivos de Santa Catarina de 2014.

Este ano o esporte radical também terá seu espaço nos Jogos Escolares de Florianópolis, com a realização de um campeonato de Skate Escolar na modalidade Street.

A fim de resgatar a essência lúdica intrínseca no esporte, acontece paralelamente ao JESF e PARAJESF, os Jogos Escolares Lúdicos de Florianópolis, com competições nas modalidade de Cabo-de-Guerra, Estafeta, Corrida do Saco e outras.

O evento acontece durante o mês de setembro e as inscrições podem ser realizadas entre 1 de julho e 7 de agosto de 2013. A data final para desistência de inscritos é 9 de agosto, sendo o congresso técnico realizado no dia 14 de agosto.

O termo de compromisso para a inscrição da escola na(s) modalidade(s) desejada(s) poderão ser retiradas diretamente na Fundação Municipal de Esportes ou enviadas por e-mail pelos professores/técnicos responsáveis através de:

Dilnei Bittencourt - Diretor de Esportes
Mayara Meurer - Assessoria Técnica de Esportes

e-mail: tecnicafme@gmail.com

informando pelo telefone: (48) 3228-6000.

-

JESF E PARAJESF

QUANDO: setembro de 2013;
INSCRIÇÕES: de 1 julho à 7 de agosto de 2013;
DESISTÊNCIAS: 9 de agosto de 2013;
CONGRESSO TÉCNICO: 14 agosto de 2013.

SAIBA MAIS NO SITE DA FME- FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE ESPORTEShttp://www.pmf.sc.gov.br/entidades/esportes/?pagina=notpagina&menu&noti=9315

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FOTOMONTAGEM FLORIANÓPOLIS FRIA NO INVERNO...

FLORIANÓPOLIS TÁ FRIA...

Preciso me esquentar logo e como diz a Marilyn Monroe "Ter uma carreira é maravilhoso, mas ela não pode te aquecer numa noite fria." ... enfim ai que frio GOSTOSO.
SÓ QUE SOZINHO, AI AI...

FESTIVAL PALCO GIRATÓRIO.

O Festival Palco Giratório Sesc traz a Florianópolis 30 dias de programação intensa e gratuita, com apresentações de teatro, dança, circo, intervenções urbanas, oficinas e arte. Confira a agenda completa e aproveite: www.sesc-sc.com.br/palcogiratorio

ACONTECENDO AGORA!

    :A LUVA E A PEDRA
Espetáculo em repertório desde 2013 Concepção: A Luva e a Pedra é um texto de Quiqué Fernadez, autor e ator Argentino radicado em Madrid. O grupo entrou em contato com o autor e com sua montagem do referido espetáculo em 2011, quando participou do Festival CASA, em Londres. O interesse do grupo sobre o texto surgiu principalmente por se tratar de um trabalho que exigia técnica e fisicamente o trabalho de ator. O diretor e ator da montagem do Teatro em Trâmite, André Francisco, procurava um texto vigoroso e ao mesmo tempo capaz de provocar um trabalho técnico detalhado de interpretação naturalista – proposta expressa na pesquisa que o grupo realizava em 2013. A Luva e a Pedra se distinguia porque propõe a interpretação pelo ator do monólogo de alguns personagens, proposta que diversificava o trabalho do ator em uso do corpo e da voz. Apesar de permitir o acesso às técnicas do teatro naturalista de Stanislávski, o texto provocava uma abertura do leq…