sábado, 3 de agosto de 2013

4ª edição da revista de cinema Lado C




A quarta edição da revista de cinema Lado C, realizada pela Cinemateca Catarinense e com patrocínio do Fundo Municipal de Cinema (Funcine), já está online. A versão em PDF pode ser consultada no link http://cinematecacatarinense.wordpress.com/lado-c/, mas a publicaçãpo também pode sr acessada em flipbook: .REVISTA DE CINEMA LADO C



A versão impressa pode ser encontrada na Cinemateca Catarinense, Funcine e Fundação Cultural Badesc em Florianópolis. Para outras cidades do Estado, a distribuição está sendo feita pelo Sesc.




Com edição de Fábio Brüggemann, a Lado C foi aprovada recentemente pela Lei Municipal de Cultura de Florianópolis e poderá captar recursos de empresas para suas próximas edições. Até então, a revista é bancada integralmente pelo Funcine e há previsão de recursos para a 5ª edição, programada para ser produzida no segundo semestre.



A professora Adriana Maria dos Santos, orientadora dos artistas da exposição Poéticas do desenho, também participa da 4ª edição da revista LadoC, ilustrando a capa e algumas páginas internas. A publicação traz ainda um texto de Pedro MC em que ele relata suas impressões sobre a conversa que teve com o pernambucano Kleber Mendonça Filho, diretor de O som ao redor, considerado pelo New York Times como um dos melhores filmes da década.



Fernando Boppré discorre sobre a memória do cinema catarinense, enquanto Paulo Markun conta uma pequena história sobre a fotografia de Deus e o Diabo na Terra do Sol, de Glauber Rocha, fazendo analogia com as facilidades de produção com as novas tecnologias digitais. A produtora Flávia Person escreve sobre a gênese da “economia criativa”, discorrendo sobre sua importância nas políticas públicas implantadas pelo governo federal e cobrando devidamente a ausência desta reflexão nas políticas públicas de Santa Catarina.




LadoC traz ainda uma entrevista de Fifo Lima com o diretor Gilberto Scarpa e textos de Maria Augusta sobre o cineasta argentino Edgardo Cozarinsky e de Daniel Mendonça, sobre a pintura de Edward Hopper e sua influência na fotografia de alguns filmes. André Barcellos fala sobre o documentário A Caverna dos Esquecidos, de Werner Herzog, e de Chico Caprário sobre a ponte Hercílio Luz retratada no cinema. Para completar, trecho do roteiro de A Noite, de Rodrigo Amboni, fotografias de Natália Poli e os cadernos de produção do filme Diários Daltônicos, de Patrícia Monegatto.

FONTE: FUNCINE MUNICIPAL

Nenhum comentário: