domingo, 1 de setembro de 2013

CIRCO DA DONA BILICA- NOVO ESPAÇO PARA O TEATRO NO SUL DA ILHA!



O Sul da Ilha de Santa Catarina ganha  uma nova alternativa de lazer e cultura: o Circo da Dona Bilica, empreendimento da companhia Pé de Vento Teatro. Dona Bilica, a famosa “manezinha” interpreta¬da pela atriz Vanderléia Will, a Vandeca, e seu marido o palhaço Pepe Nuñez são os anfitriões das mais diversas atrações e dos eventos que serão realizados sob a lona amarela e azul armada na praia do Morro das Pedras.
Com capacidade para 234 espectadores sentados, o circo é a materialização de um projeto amadurecido ao longo de dez anos por Vanderléia e seu companheiro de vida e de trabalho, Pepe Núñez. Ao mesmo tempo em que servirá de palco permanente para as atrações da Cia Pé de Vento, a estrutura se abrirá para as mais diversasmanifestações artísticas e culturais da cidade e também a convidados de outras partes do país e do mundo.
O circo será também um espaço alternativo na cidade para abrigar eventos culturais, com ênfase àqueles voltados ao universo do circo e do teatro. Um exemplo é o Festival Internacional de Palhaços Ri Catarina, organizado pela Cia Pé de Vento, que ganha uma sede permanente para a sua terceira edição, programada para o início de novembro. 
Além de ser um centro de fomento e de intercâmbio entre artistas e produtores culturais, outra grande missão da estrutura será a preparação de novos talentos. As oficinas que Pepe ministra em todo o Brasil – ele é um dos mais respeitados e conhecidos formadores de palhaços no país – se concentrarão, a partir de agora,em Florianópolis.

Haverá opções de curta duração e também cursos que se estenderão ao longo de quase um ano. A primeira edição na nova casa está programada já para o início de setembro.
Tudo isso será feito com autonomia, independência e liberdade. O Circo da Dona Bilica é inteiramente fruto da iniciativa de seus idealizadores e resultado de muitos anos de trabalho persistente na área cultural. “O projeto foi concebido em cada detalhe com o objetivo de oferecer uma alternativa agradável e construtiva de lazer às famílias de Florianópolis e toda a região”, descreve Vandeca.
Batizar o circo com a referência à Dona Bilica foi uma escolha natural: trata-se de uma homenagem
à cultura local, com a qual Vandeca convive desde pequena – e cujos conhecimentos aprofundou nas intensas pesquisas que fez para desenvolver a personagem – e uma manifestação de agradecimento de Pepe à cidade que o acolheu e onde nasceram os dois filhos do casal, Lucas e Maria Luisa. Dessa forma,
a cultura açoriana será certamente uma referência constante para o circo.
A proposta é que o empreendimento abra suas portas diariamente, por conta das suas diversas atividades. E que o sustento seja assegurado principalmente por essas atividades, além de possíveis apoios do comércio da região e de patrocínios governamentais e de empresas privadas.
“Nãohá forma de um artista ser mais livre e independente do que ser financiado diretamente pela plateia. De certa forma, o circo representa uma volta aos tempos em que eu fazia teatro de rua na Europa e sobrevivia das contribuições das pessoas que passavam. Foi um dos períodos mais felizes e criativos da minha trajetória artística e tenho certeza de que vou reviver essas sensações a partir de agora”, compara Pepe.
Além das apresentações da Dona Bilica, a programação inicial do circo inclui algumas das peças de grande sucesso na trajetória da Cia Pé de Vento, como “De Malas Prontas” e “Bom Apetite”. E o público certamente será agraciado com muitas novidades ao longo dessa bela história que está apenas começando. Atrações de outros partes do país e do mundo também serão frequentes, como já é possível constatar pela programação do primeiro mês de funcionamento. 
Com 1.404 m2, a estrutura inclui teatro equipado com caixa preta, iluminação cênica e sonorização, além de lanchonete, banheiros, loja de conveniências e estacionamento.

MAIORES INFORMAÇÕES NO SITE DA CIA - CIRCO DA DONA BILICA - http://www.circodonabilica.com.br

Nenhum comentário: