Pular para o conteúdo principal

Integração entre elegância, sofisticação e o clássico



Projetos para os lavabos da Pinacoteca Casa Nova 2013 apresentam ambientes simétricos e funcionais. Espaços serão mantidos após o término da Mostra para uso do público

Quem visitar a 12² edição da Mostra Casa Nova, realizada pelo Diário Catarinense, no Museu Escola Santa Catarina (MESC), a partir do próximo dia 21/09, poderá conferir como é possível integrar características históricas de uma edificação com elementos elegantes e contemporâneos.
Esta é a proposta que a arquiteta Maria Eduarda Bilbao, da Tratto Engenharia, de Florianópolis, trouxe para dois espaços públicos: o lavabo feminino e o lavado masculino, que após a exposição serão mantidos no MESC. “Apresento um ambiente moderno, mas repleto de detalhes clássicos que remetem ao estilo do Museu”, explica Maria Eduarda.
O espaço também é repleto de sustentabilidade e criatividade, mostrando que é possível aliar estes elementos com a sofisticação; a profissional buscou alternativas mais econômicas para decorar, como o reaproveitamento das garrafas de vidro, a moldura adesiva nos espelhos e os puffs de garrafa pet.
Como a temática da edição 2013 da Casa Nova é Pinacoteca, a arte também está presente nos espaços da arquiteta, aferindo identidade e personalidade para cada um deles. “Dois importantes nomes das artes plásticas nacionais estarão presentes nos meus ambientes: Cândido Portinari e Tarsila do Amaral, que serviram de inspiração para o pintor Luciano Martins desenvolver duas telas especialmente para os lavabos”, complementa a catarinense.
A profissional
Formada em Arquitetura e Urbanismo pela UNISUL (Universidade do Sul de Santa Catarina), Maria Eduarda Bilbao comanda o setor de arquitetura da Tratto Engenharia, com foco em projetos na área residencial, mas também com experiência em projetos comerciais – como a última reforma realizada no Confraria Club, na Lagoa da Conceição.

Serviço
O que – Pinacoteca Casa Nova 2013
Quando – de 20 de setembro a 27 de outubro
Onde – Museu da Escola Catarinense (MESC) – Rua Saldanha Marinho, 196, no Centro de Florianópolis (SC)
Horários – terça a sexta-feira, das 17h às 22horas. Sábados e domingos das 14h às 21horas.
Valores – R$ 30,00 inteira e R$ 15,00 estudante. O passaporte para todos os dias custa R$ 50,00




CARLA LINSSócia-diretora
|48| 8836 2774
E-mail:
carla@atrecomunicacao.com.br .

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FOTOMONTAGEM FLORIANÓPOLIS FRIA NO INVERNO...

FLORIANÓPOLIS TÁ FRIA...

Preciso me esquentar logo e como diz a Marilyn Monroe "Ter uma carreira é maravilhoso, mas ela não pode te aquecer numa noite fria." ... enfim ai que frio GOSTOSO.
SÓ QUE SOZINHO, AI AI...

FESTIVAL PALCO GIRATÓRIO.

O Festival Palco Giratório Sesc traz a Florianópolis 30 dias de programação intensa e gratuita, com apresentações de teatro, dança, circo, intervenções urbanas, oficinas e arte. Confira a agenda completa e aproveite: www.sesc-sc.com.br/palcogiratorio

ACONTECENDO AGORA!

    :A LUVA E A PEDRA
Espetáculo em repertório desde 2013 Concepção: A Luva e a Pedra é um texto de Quiqué Fernadez, autor e ator Argentino radicado em Madrid. O grupo entrou em contato com o autor e com sua montagem do referido espetáculo em 2011, quando participou do Festival CASA, em Londres. O interesse do grupo sobre o texto surgiu principalmente por se tratar de um trabalho que exigia técnica e fisicamente o trabalho de ator. O diretor e ator da montagem do Teatro em Trâmite, André Francisco, procurava um texto vigoroso e ao mesmo tempo capaz de provocar um trabalho técnico detalhado de interpretação naturalista – proposta expressa na pesquisa que o grupo realizava em 2013. A Luva e a Pedra se distinguia porque propõe a interpretação pelo ator do monólogo de alguns personagens, proposta que diversificava o trabalho do ator em uso do corpo e da voz. Apesar de permitir o acesso às técnicas do teatro naturalista de Stanislávski, o texto provocava uma abertura do leq…